sexta-feira, 11 de novembro de 2016

musas



Musa que é musa
não tem vergonha de nada
escancara a cara no espelho
se desnuda pra fotografia
teu corpo camisa de vênus
a flor da pele irradia
rasgando a camisa de força
teu corpo é só poesia. 

Federico Baudelaire



minha ovelha preferida
está se rebelando
os ensaios da Mocidade
Independente de Padre Olivácio
estão se aproximando
e ela não dá as caras
vou baixar decreto
vou baixar o santo
e não diga no entanto
que sou linha dura
dessa rapadura você ainda não viu
ela não é  santaa
e não duvido nada que a sua mãe
foi a ovelha que pariu

Pastor de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário