sábado, 14 de março de 2015

mocidade independente



Mocidade

prefiro ser tudo que não sei
mas você bem sabe o que sou 
nessa sociedade falida
meto a língua na ferida
bem antes de ser metida
por detrás ou pela frente
no carnaval dos inocentes
serei sempre independente
no maraca futebol
faça chuva ou faça sol
não troco meu corpo insano
por um reles besteirol
na areia sou arraia
eu tenho a carne na unha
não me chamo eduardo cunha
muito menos malafaia


Mocidade Independente de Padre Olivácio - A Escola de Samba Oculta no Inconsciente Coletivo 



tenho estado
para Flavia D'Angelo​

não tenho estado muito certo
tenho estado muito torto
roubei a mina do amigo
e lhe deixei no desconforto
por isso corro perigo
vou me esconder atrás do horto
comer as folhas das plantas
e amanhecer muito mais torto.

Federico Baudelaire 

Nenhum comentário:

Postar um comentário