segunda-feira, 16 de março de 2015

AntroPofágica



AntroPofágica

como a carne da sirigüela
como se estivesse comendo
a carne dos seios dEla

Federico Baudelaire
foto: Artur Gomes


ConkrEreção

ainda escorre entre meus dedos
a fome por por vinho e uva
a carne doce da musa
lá do vale dos vinhedos
entre a saliva e a chuva
a virgem fruta entre os dentes

como flecha incandescente
como uma deusa de Bacco
a safada me lambuza
me come bebe e me usa
em seu banquete antropofágico
mastigando poemas meus

mas o amor pode ser trágico
se o seu pai não fosse zeus


Artur Gomes 
na foto em Bento Gonçalves com Ronaldo Werneck e Toninho Vaz numa manhã de Tropicália - 8 de outubro de 2014 - XXII Congresso Brasileiro de Poesia - clic: May Pasquetti


Nenhum comentário:

Postar um comentário