terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

injúria não secreta

césar castro - wermer além da lama


como qualquer opressor você diz tá tudo bem
mas como assim meu bem
se no senado há puxadinho fora da lei e da ordem
e no congresso também
no minc uma mulher de hollanda
que não quer ouvir ninguém
no iff palco pro santo e a porca
o teatro de suassuna
se em campos ou itaperuna
macabea é quem ordena
se o poema é de federico
ou se é de garcia lorca
e ainda de quebra
é quem diz como a banda toca
e não não há reitor diretor
que retenha as artes cínicas
sem saber se é pândega ou mímica
se cômico não fosse o trágico
teatro de farsa e absurdo
mas nem aos pés de ionesco
e sua cantora careca
cultura oficial aqui tá meu bem
só num cordão carnavalesco

Nenhum comentário:

Postar um comentário