segunda-feira, 3 de maio de 2010

uma caneta pelo amor de deus



Poema de Artur Gomes musicado e cantado por Luizz Ribeiro
Com participações de Sérgio Máximo(violão), Henrique(guitarra) e
Clara Brito (vocais)

Ind/gesta

uma caneta pelo amor de deus
uma máquina de escrever
uma câmera por favor
quero um computador
nem que seja pós moderno

vamos fazer um filme
vamos criar um filho
deixa eu amar a lídia
que a mediocridade
desta idade mídia
não coca cola mais
nem aqui nem no inferno

arturgomes
http://carnavalhagumes.blogspot.com
III Feira RSE Bacia de Campos
Veja programação aqui: http://goytacity.blogspot.com/

sorocaba blues – Artur Gomes, Reubes Pess e Ângelo Nani,
filmados na casa cenográfica em Taubaté, por Márcio
Vaccari e Andréia Moreira Lima



uma câmera indiscreta pelas ruas de Bento


tão pimenta tão petróleo – poema de Salgado
Maranhão, musicado e cantado por Zeca Baleiro



Sorocaba Blues

o cheiro de terra fendida
ainda está sob os sapatos
a carne assado ao sol
na poeira das estradas
sob o prato o gosto que restou da boca
o pudor dos seus guardados
o orgasmo que não veio

depois do primeiro susto
Virgínia então vem a mim
faminta com os seus desejos
mastiga da minha carne
e deixa as sobras
pros meus beijos

arturgomes
http://pelegrafia.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário