segunda-feira, 3 de agosto de 2009

COM 56 ESTRELAS NA CARA

“Uma maluca belga, de 18 anos, foi a um estúdio e pediu três estrelas ao lado esquerdo do olho, mas saiu de lá com 56. Essa foi a história dela.”
Por Elenilson Nascimento

Os pais de adolescentes convivem com um eterno desafio, que é impor limites aos filhos. É um fenômeno da alternância de gerações. Os pais dos jovens de hoje foram educados de forma autoritária e, com medo de repetir o erro com os próprios filhos, acabaram caindo no extremo oposto, que é a permissividade. Um bom exemplo foi o da belga que mandou tatuar 56 estrelas no rosto.

A história todo mundo já sabe: uma garota belga de 18 anos que, ao lado do pai e do namorado, foi a um estúdio de tatuagem na cidade de Courtrai e pediu três pequenas estrelas no lado esquerdo do olho, mas deixou o local com 56 desenhos no rosto. Tentou processar o artista e conseguir uma boa indenização (*o equivalente a aproximadamente R$ 27 mil). Porém, na versão do tatuador romeno, no entanto, tudo foi diferente. Segundo ele, a garota estava de acordo com as 56 tatuagens. “Depois que seu pai viu, ela começou a ficar desesperada”, afirmou.

Agora, a maluca que acusou o tatuador, admitiu ter mentido. A belga disse que esteve acordada o tempo todo e que só inventou a história porque seu pai ficou "furioso". O tatuador, que negou o tempo todo ter feito as tatuagens sem o consentimento da menina, chegou a afirmar que bancaria parte do processo de remoção das tatuagens no rosto da garota, porque não gostava de ver um cliente insatisfeito.

Os especialistas concordam em um ponto: a boa educação do adolescente é aquela que começa na infância. É preciso estabelecer regras claras desde cedo para evitar futuros problemas de comportamento. A falta de limites é encarada como algo negativo pela própria criança. Caso contrário, a criança fica sem saber quem está certo. Ou, pior, pode explorar essa contradição. Os especialistas comparam o processo educacional a um barco. É importante que, desde a infância, os pais remem na mesma direção. Vivendo e aprendendo!

http://literaturaclandestina.blogspot.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário