sexta-feira, 5 de junho de 2009







Auto-Retrato

eu gosto de pintar na cama
adoro as mulheres brancas
elas tem cheiro de leite
e me chamam de oiticica
e eu não sou de vila rica
mas adoro o doce deleite
curitibano de fato
senegales de uma figa

pinto o auto-retrato
moldurado a três por quatro
melhor então rapariga

e boto meu bloco na rua
para ver como é que fica
já pintei a dona zica
no jogo de gato e rato
pelos campos do Benfica
quando tracei borba gato


Ave César


Eu sou do samba
Do babado do pagode
Com meu gingado ninguém pode
Mexo de cima em baixo
Deixo o nego no chinelo
Nem vem seu Federico
Com esses óculos de colher
Dizer que gosta de mulher
Que me come coisa e tal
Te conheço desde o outro carnaval
E tu bem sabes do que gosto
Que o meu Rei agora Castro
Me assanha me devora
Ave César com seu mastro
Me pincela fauna e flora

Gigi da BateriaVerdadeira e Única
Diretora da Ala das Rainhas
da Mocidade Independente de Padre Olivácio
http://ladygumes.blogspot.com/


Eu sou eu

A minha elegante bandeira
É de ouro azul e prata
As cores do Vaticano
Minha coroa pode ser de lata
Mas minha calcinha é de pano

Federika Bezerra
A Não Genérica – Porta/Bandeira
Que BorTou Olivácio Doido
http://ladygumes.blogspot.com/
Flor da Lama

limo lesma lendas
não fosse essa lírica de carne e sangue
quando me aflora teu mangue
pele na flor da lama
na língua do mito e dos ossos
teu corpo meu pasto e cama
orsgasmo aqui entre as fendas
grávida de ti Manuel de Barros

no eco lógico das eras
e na mitologia das falas
esperma saliva pa/lavras
enquanto canibal eu me deito
quando em Cuiabá me encontro
entre a tua fauna e a flora
e teu mato grosso deleito
lambendo o fio das horas
federico baudelaire
Viagens InSanas

Nenhum comentário:

Postar um comentário